quinta-feira, 24 de junho de 2010

Co-operar fazendo redes

Somos parte da rede social,vivemos e convivemos nas redes que vão se constituindo. Se co-operarmos no processo de construção das redes nos sentimos parte e pertencentes. A competição gera o sentimento de não-pertença.Desagregar-se das redes demanda esforço para suportar o isolamento. O desafio constante é permanecer conectado e conectando-se, prosseguindo no processo do viver com o outro e todos os outros sem abdicar dos valores universais e da ética.A cooperação requer maturidade, requer posturas agregadoras, conciliatórias, viabilizando o fluxo permanente da vida pelos canais de passagem. O humano vivo se constitui e se forma através das múltiplas redes do tecido social e aqui vivemos a diversidade nas suas mais variadas formas de expressão. Saber incluir e funcionar na diversidade para continuar tecendo a rede conectiva, talvez seja o grande desafio das relações de convivência e que ainda temos muito a aprender. Porém se pudermos cultivar o espírito de respeito, compreensão e co-operação , acredito que a vida poderá ser vivida com mais potência,alegria e prazer.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário