quarta-feira, 30 de junho de 2010

QUEM AMA A SI MESMO ....

Quem ama a si mesmo jamais poderá prejudicar alguem. Esta reflexão tem sido apresentada por pensadores e religiosos, sendo recorrente em vários textos. Parece ser tão óbvia se lembrarmos da regra de ouro: "não faça ao outro aquilo que não gostaria que fosse feito com você",mas ainda tão distante da factualidade. Muitos falam do Amor mas poucos parecem entender e viver o amor, o respeito mútuo, a amabilidade.Sabe-se perfeitamente que falar é fácil o difícil é viver e sustentar nas ações o que se fala, ser responsável.Acredito que ainda não sabemos amar verdadeiramente a nós mesmos, ainda não sabemos nos respeitar e portanto não podemos amar e respeitar o outro. Enquanto vivermos na condição de "eu-isto" estaremos no lugar do controle e da exploração. Só poderemos amar e respeitar o outro e todos os outros se conseguirmos sair desta armadilha de coisificação e construirmos espaços relacionais de "eu-você" como propunha Martin Buber.É na relação dialógica do "eu-você", no diálogo, na proximidade da humanidade pessoa-pessoa, que poderemos estabelecer relações humanizantes, amando a si mesmos para poder amar o outro sem jamais querer prejudica-lo. Experimente amar e respeita a si e a todos os outros, humaniza e nos faz feliz.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário