terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O CORPO FALA NA SUA LINGUAGEM

O corpo é uma entidade que se comunica, ele tem narrativas. O corpo fala em sua linguagem própria através da tensão arterial, do rítmo cardíaco, da temperatura, do equilíbrio, na regularidade respiratória e digestiva, no cansaço, na disposição.... São muitos os canais por onde o corpo se expressa. A aceleração, a hiperinformação e a hiperestimulação da socidade do espetáculo, impedem que possamos ouvir a linguagem e os chamados do corpo,e assim atendê-los. Nesta surdez, ficamos incapacitados de captar e reconhecer as solicitações e acabamos colocando mais e mais ingredientes externos, provocando mais agitação, dispersão e mais distanciamento do próprio corpo ou melhor, mais distanciamento de Si mesmo. Aparece então um corpo sem corpo. Cultivar uma disposição para ouvir e escutar a linguagem do corpo, traz uma belíssima experiência somática de unidade e plenitude. É neste território que o Ser Humano vivo, pode viver a sua sacralidade.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário