quarta-feira, 30 de março de 2011

DEDICAR PARA MUDAR

Fala-se tanto em mudanças.Ser moderno é ser diferente, novo, criativo, é fazer a diferença. Mas o que seria "fazer a diferença"? Como sustentar o criativo em mim, a capacidade de renovar e inovar? O que é mudar? Mudar o que? Toda mudança implica em passagens, de um estado para outro. Porém, há que se dedicar no querer mudar para um aprimoramento, que talvez poderíamos chamar do "fazer a diferença", mas uma diferença qualitativa e não uma diferença que venha atender um modelo capitalista produtivo e reprodutivo. Sem dedicação e refinamento perceptivo, pode-se correr o risco de "fazer mais do mesmo", sem renovação. Portanto, atenção, cuidado, dedicação para renovar a partir de um querer livre e não de um dever obrigatório. No dever a criatividade fica oprimida. No livre querer a potência criativa tem a sabedoria para encontrar qualidade, que realmente transforma e forma plenamente.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário