sexta-feira, 13 de maio de 2011

A GUERRA QUE VOCÊ NÃO VÊ ...

A guerra que você não vê e a violência que você não percebe mas, sente e sofre as consequências. Uma violência velada que se perpetua alimentando sofrimento, pela ausência de informações, que impossibilita o agir da consciência. Então, o que fazer? Qual será o papel e a responsabilidade do sistema educacional, dos órgãos transmissores de informações, da mídia e tantos outros demarcadores do tempo e da cultura como a moda, os calendários comemorativos, as ritualizações? Diante da ignorância, na desvitalização, na ausência do auto-empoderamento, somos todos conduzidos como massa de manobra, servindo exclusivamente a alguns poucos , a qualquer custo e preço,cujo desejo é sustentar status privilegiando o poder econômico. É o imperialismo que subjuga, explora, rouba, sonega e mata a vida,sem respeito algum. Porém, não conseguem perceber que neste cenário de violências todos nós iremos morrer juntos, nossos filhos e filhas, gerações e gerações, inclusive os "senhores" do poder.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário