quarta-feira, 15 de junho de 2011

FIO DE PRUMO

Existem duas formas bem evidentes de se conduzir na vida: com eixo ou sem eixo, com bom senso ou sem bom senso, com discernimento ou sem discernimento, atentamente fazendo escolhas agregadoras ou capturado pela impulsividade das emoções desagregadoras. São escolhas afinal! A capacidade atentiva e a sustentação de um eixo interno interconectado ao mundo externo, captando e percebendo-se, para assumir atitudes condizentes com os valores norteadores de uma vida que tem a vida como um valor irrevogável e a não-violência absoluta é algo que requer alimentação do "fio de prumo", o eixo interno. Este é o território da pessoa que escolheu ser verdadeira humana entre todos os humanos, de ser e viver a potência existencial de ser um Ser Humano plenamente.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário