quarta-feira, 14 de setembro de 2011

CONHECER OU REPETIR

Imersos num mundo onde a velocidade é insuportável, a resposta que a quase total maioria das pessoas apresenta aos acontecimentos, tem sido pela via dos automatismos e condicionamentos. Nesta forma, repetimos informações e padrões somáticos, sem absolutamente nenhuma reflexão. Somos capturados pelo meio, pelas ideologias e nos tornamos repetidores, sofrendo intensamente com as consequências, mas desprovidos de percepção, ausentes de si mesmo. O conhecer é fruto da experiência. Só conhecemos aquilo que experimentamos, vivenciamos e portanto, podemos dizer, podemos construir narrativas próprias. Não é uma questão de concordância, mas de experiência somática, de escolha. Experimentar o conhecimento requer pausa, lentificação para poder se perceber no processo de conhecer. Sem pausa, é a resposta impulsiva, imediatista que se manifesta e com ela os padrões somáticos e mentais que impedem a maturidade. Pausar, lentificar, é estar presente na ação, é se presentificar na vida e isto é opção que demanda um querer, demanda vontade, atenção. Este é o território de quem se preserva e portanto, pode preservar o outro e o entorno. Conhecer não é repetir mas viver, é estar presente na vida.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário