quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

OS OLHOS OS OUVIDOS E A ALMA

O corpo do humano vivo, no viver cotidiano das pessoas, reflete a alma de cada um nas atitudes, escolhas e formas de ser e estar neste mundo. Imersas nas histórias pessoais e sociais, as pessoas vão se construindo somática e afetivamente, no contínuo processo do viver fazendo, aprendendo, criando, selecionando, optando, dentro dos encontros e acontecimentos. Nesta rica diversidade pessoal, o olhar que vê e os ouvidos que ouvem o mundo e ao mesmo tempo respondem a ele, vai se diferenciando a partir do COMO se vê e se ouve na experiência particular e singular. Fato é que, cada pessoa humana é um verdadeiro mundo em si, que processa e elabora as circunstâncias de uma forma única. Conforme a qualidade vivida nas experiências, a alma vai ganhando configurações que são próprias daquela pessoa, em função da forma como a pessoa vive os acontecimentos e quais acontecimentos se apresentam no viver de cada um. Ninguém escolhe onde nascer, portanto por sorte ou não, as pessoas vão encontrando meios para se manejar no mundo e nele sobreviver. Há quem diga que podemos confiar em nossos sentidos mas se a alma, este mundo interior de cada um, estiver adoentada, maculada e nutrida por emoções destrutivas, suas respostas às circunstâncias revelarão esta qualidade. Lembrando Heráclito, "os olhos e ouvidos são maus testemunhos para os homens quando eles possuem almas bárbaras."
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário