terça-feira, 20 de março de 2012

O MUNDO VIVIDO

Quando é feita a referência ao mundo habitado pelos seres humanos, pelas pessoas, indivíduos, cidadãos, gentes humanas, não é incomum se pensar apenas no espaço natural em que estas pessoas vivem, pensar na natureza, nos territórios, na geografia do planeta Terra. Ampliando a percepção, é possível considerar até a amplitude do cosmos. Realmente, nós pessoas humanas existimos neste espaço da natureza, mas vivemos também em outros espaços, habitamos outros territórios além do geográfico. O mundo em que vivemos, inclui produtos e obras humanas: objetos, ferramentas, utensílios, linguagens, saberes, instituições e todo um conjunto de coisas fabricadas e preservadas do ciclo vital. É um mundo de grandes potencialidades, que tem a capacidade de transformar aos seres humanos mortais, suas obras e criações, de tal forma que possam transcender o escopo da existência individual que o produziu, para serem legadas às próximas gerações. O mundo vivido vai além da natureza, segue seu legado às gerações futuras no contínuo do tempo e do espaço.É um legado material e simbólico, vínculos com os objetos herdados e vínculos com todos aqueles com quem foi compartilhado esses objetos e significados, prosseguindo a história de todos e de cada um nas diversas comunidades, nos diversos tempos e espaços. São histórias que viabilizam outras produções, novos usos e outras compreensões do mesmo mundo vivido, do mundo comum. Portanto são espaços, tempos, saberes, são vínculos de comunhão que se estendem no tempo e transcendem a duração da vida de todos e de cada um.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário