quinta-feira, 22 de março de 2012

SERÁ MESMO UM ÚNICO PRINCÍPIO?

Há uma tradição cultural que pede explicações para tudo que o humano faz. Como se explicando e justificando pudêssemos encontrar saídas e soluções para os inúmeros desafios da humanidade. Nem sempre. Parece que este modelo se esgotou, pois nem tudo pode ser explicado e categorizado, protocolado. A existência do humano na Terra e no mundo abrange múltiplas necessidades e possibilidades que muitas vezes não podem ser explicadas a partir de um único princípio, um único referencial. Onde tudo é dinâmico e mutável exigir explicações a partir de um único referencial , além de embotar é desconsiderar a criatividade e a liberdade humana. Na complexidade existencial só olhares amplos, curvos em perspectiva podem encontrar meios para entender e compreender o mistério que é ser um ser humano num mundo comum.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário