terça-feira, 21 de agosto de 2012

ONTENS E AMANHÃS


Existem perguntas, fruto de inquietações permanentes do ser humano, tais como: de onde viemos e para onde vamos; que até os dias de hoje continuam sendo quase que uma obsessão humana. Especular sobre a posição que se ocupa no Universo. É pela memória que podemos nos situar entre um passado já vivido e um futuro antevisto, oscilando sempre entre os ontens e os amanhãs, que não passam de possibilidades. Uma verdade existe: se nascemos iremos morrer, mas, ao morrer haverá continuidade? Haverão outros nasceres e morreres num ciclo de continuidade? As diversas culturas em seus diversos tempos tentaram apresentar propostas e reflexões, porém ainda nada consistente. A curiosidade é um aspecto fundamental da mente humana que se projeta para um futuro a partir de suas memórias registradas pelas experiências vividas e por todos os registros deixados por nossos ancestrais. Um conhecimento que vai se edificando na procura das raízes e do vir-a-ser da nossa espécie. Fato é que, o futuro nos empurra para a frente e de alguma forma nos anima a prosseguir a trajetória no presente de cada instante vivido T.S.Eliot  escreveu: “ O tempo passado e o tempo futuro. O que poderia ter sido e o que foi. Aludem a um só fim, que é sempre presente.”
Abraços    ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário