terça-feira, 20 de abril de 2010

PENSAMENTO , PALAVRA e AÇÃO

Pensar, falar e agir coerentemente é fruto de uma determinação pessoal, de um manejo de SI que advém de um processo maturacional. Será que conseguimos verdadeiramente esta afinação. Gandhi foi um mestre nesta arte da coerência em sintonia consigo mesmo e os valores sobre os quais alicerçava sua vida. Fala-se tanto em justiça, mas o que é ser justo? Aristóteles, nosso grande mestre nos dizia que a justiça, das quatro grandes virtudes contém as três anteriores para se fazer "justiça". As três virtudes que fundamentam a justiça é a coragem, a prudência e a temperança. Sem estas virtudes não teremos justiça. Para sermos coerentes em palavras, pensamentos e ações precisamos desta "justiça" em Si, fruto de uma prática permanente. Prezo profundamente pela vida em mim e, portanto, para ser verdadeiramente canal por onde a vida passa em mim preciso insistentemente ser justa comigo e com o mundo, pois são os justo que fazem a justiça.
Abraços ****

Um comentário:

  1. Querida Vivi,
    Parabéns pelo blog, grande idéia!!!
    É uma possibilidade de compartilhar seu conhecimento e amorosidade. Sinto muito sua falta, boa sorte sucesso, nesta grande nova fase! Beijos.

    ResponderExcluir