segunda-feira, 8 de novembro de 2010

FONTE DE MUDANÇA

À medida que vamos seguindo o nosso viver, momentos surgem pedindo mudanças. São momentos em que parece que não há mais encaixe de modelos e padrões que foram adotados por nós e tiveram sua funcionalidade, mas neste momento não fazem mais sentido. Então o vivo pede a mudança. A fonte da mudança se encontra na capacidade de experimentar emocionalmente e não intelectualmente o Si mesmo na relação com os outros, com o meio, com os acontecimentos, através dos encontros com qualidade afetiva. Pode ser que a mente peça explicações racionais para o entendimento intelectual. Ocorre que nem sempre é possível oferecer explicações, porque há coisas que não podem ser explicadas, apenas vividas, sentidas com o coração.Surge então a necessidade de uma entrega a Si mesmo, para ouvir e ver a Si mesmo, reconhecendo, não explicando. Reconhecendo os pedidos do corpo vivo, os anseios do coração. Quando o coração pode falar de si, brota a coragem. A coragem da entrega,da pausa, da espera, que permite a ação de perceber-se para encontrar os caminhos e os meios da mudança, da verdadeira mudança. Não a mudança idealizada, mas a mudança que só o coração conectado ao respeito por Si mesmo pode indicar. A mudança conectada à verdadeira Fonte de Luz, a fonte do amor incondicional.
Abraços ****
Vivi

2 comentários:

  1. Que felicidade encontrar seu blog, Vivi querida!!!
    Vamos nos acompanhando por esta blogosfera...
    Muitos beijos saudosos!
    Bete

    ResponderExcluir
  2. BETE QUERIDA. Entrei no teu blog hoje e como sempre é inspirador. Recomendo a todos.Beijos MIL SAUDADE e CARINHO
    Vivi

    ResponderExcluir