segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O VALOR DO VALOR

Estamos vivendo uma crise financeira, mas não podemos negar que a grande crise é a crise de confiança. O fato é que perdeu-se a confiança. Confiança é uma valor, assim como respeito, honestidade, responsabilidade, liberdade, humildade, tolerância, não-violência e tantos outros denominados valores universais, pois transcendem a temporalidade. Em todos os tempos e espaços os valores devem ser preservados pois, são eles a garantia da boa convivência humana e da preservação da vida. Mas se sabemos da profunda importância por que não o preservamos? Ocorre que o valor só tem valor se ele tiver valor para a pessoa, para cada indivíduo e cidadão. O valor só pode ser preservado e vivido se ele for um verdadeiro valor para pessoa humana. Se não houver sentido e significado de nada adianta o conhecimento, saber da sua importância. O conhecimento do valor não é garantia da sua realização na factualidade das relações pessoais e interpessoais. Então, COMO fazer o valor ter um valor e portanto ser preservado e nunca abdicado? Conhecer é fazer. É na vida pessoal de cada um, frente aos desafios que podemos saber se estamos verdadeiramente comprometidos com os valores universais.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário