quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

ESTAR NO MUNDO

Existir no mundo é ocupar um lugar, um espaço no mundo. Fazemos histórias e participamos das histórias do mundo. Habitamos um corpo que existe e co-existe no mundo. Estamos no mundo e experimentamos o mundo. Tudo é experiência, afinal o vivo, vive na experiência. Estamos em constante experimentação de nós mesmos, manejando nosso corpo através do gesto, dos movimentos que executamos a cada deslocamento no espaço. É na experiência e através dela que o corpo vivo pode se auto-regular. É na experiência corporal, somática, que nós humanos nos auto-regulamos e podemos compreender um certo modo de estar no mundo. Cada um de nós está, de um certo modo no presente de cada momento, frente aos acontecimentos, e é no experimentar-se que encontramos jeitos diferenciados de expressão. Estar no mundo é estar na experiência, onde a auto-regulação de si mesmo tem a possibilidade, pela qualidade da presença, fazer corpo com mais funcionalidade, com melhor apropriação de si mesmo. Experimentar, manejar, regular, captar, conectar, são ações do vivo. A questão é saber com que qualidade fazemos estas ações, com que qualidade fazemos presença e quem é este que está no mundo.
Abraços ****
Vivi

2 comentários:

  1. SUPER QUERIDA AMIGA Realmente a chave é esta : sustentar qualidade na presença, ou sustentar presença com qualidade! Beijos

    ResponderExcluir