sexta-feira, 8 de julho de 2011

ANOMIAS E APATIAS

Anomias e apatias são produtos de uma sociedade onde as relações vinculares e confiáveis se mostram altamente comprometidas. Sucateados pelo mercado que visa inescrupulosamente o lucro a qualquer custo e preço, as pessoas se estranham a si mesmas, causando desconforto, afastamento de si e do outro. Cenários hostis são espaços onde a violência se manifesta. Lugares que perderam a hospitalidade geram hostilidade e sofrimento. O grande paradoxo é que, como humanos somos todos filhos do cuidado e do acolhimento, pois dependemos uns dos outros, necessitamos de proteção. Então como e onde esta disfuncionalidade começou? É possivel a recuperação deste "paciente" enfermo? Então, como? Quem sabe se cada um de nós pudesse autodeliberadamente, alimentar em seus relacionamentos lugares onde a confiança e a dignidade possam ser um valor que não tem preço, mas algo inegociável. Deixar a apatia, sair do anesteciamento indiferente e nutrir relações onde o nome, a narrativa, a expressão de si possam ser um constante convite hospitaleiro, que pode receber dignamente todos os hospedes, estrangeiros ou não, independente da língua falada, da cor da pele, do sexo, do modo de ser, mas um lugar para todos. Este é o lugar da bondade amorosa, da generosidade ativa.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário