terça-feira, 12 de julho de 2011

O VIVÍVEL

No viver cotidiano de nossas vidas, são muitos os acontecimentos, as circunstâncias, incontáveis experiências vividas com mais ou menos intensidade, mas vividas. Algumas são mais marcantes outras tantas passam desapercebidas, mas o corpo, a profundidade do nosso ser está registrando nas memórias e ao mesmo tempo produzindo respostas somáticas e comportamentais no organismo vivo. Fazendo corpo, tecidos, produzindo formas que se repetem ou não, prosseguindo o pulso da vida vivida em cada experiência. O vivível, aquela experiência viva única e inconfundível, deixa um registro também inconfundível, pois a intensidade arrebata a dimensão do explicável e simplesmente nos faz experimentar uma conexão consigo mesmo de preenchimento e plenitude. A experiência do vivível é aquela que nos fala diretamente ao coração, que ao longo da humanidade recebeu muitas denominações que não vem ao caso neste momento, mas que deixa em nós uma marca de transformação. De tão intensamensa, ela altera algo, que a palavra não consegue denominar, mas que o coração pode sentir.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário