terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

CONHECIMENTO DE SI

O autoconhecimento é uma atitude que tem se mostrado bastante evidente nas pessoas, uma vontade de querer saber quem se é, poder se conhecer um pouco mais, um saber de si, afinal quem sou eu? Esta é uma das perguntas da filosofia, que vem acompanhando a humanidade em todas as culturas, tradições e épocas. Há certamente uma busca de um conhecimento de si mesmo, mas esta é uma trajetória que apresenta inúmeros obstáculos e que muitas vezes, não sabemos como ultrapassa-los, embora que o mercado ao longo destes muitos anos, apresente uma grande variedade de "produtos" e meios para que as pessoas possam de alguma forma, atender esta ansia de querer saber quem se é. Muitas pessoas saem à procura de si mesmo em cursos, livros de auto-ajuda, workshops, conversas de butequins, cabelereiros, tentando a leitura da sorte e tantos outros meios na tentativa de conhecer-se ou minimamente um aproximar-se de si mesmo. Porém esta é uma busca que tem gerado em muitas pessoas uma grande frustração, não porque as pessoas não tenham a capacidade intelectiva para o autoconhecimento, nem por escassez de caminhos e alternativas, mas simplesmente porque não conseguem perceber-se nesta trajetória, não conseguem fazer contato consigo mesmo. Aqui me lembra Wittgenstein: " o que dificulta o conhecimento genuíno é com frequência não a falta de inteligência, mas a presença do orgulho". Portanto, reconhecer o orgulho e a prepotência para sair deste lugar de certeza de saber sem saber, não é uma tarefa fácil, mas um processo que requer disciplina, humildade, compromisso sincero com a verdade, transparência, afinal o pior cego é o que está seguro e convicto de que vê.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário