terça-feira, 17 de abril de 2012

ALGUÉM OU NINGUÉM

O mundo na sua diversidade e pluralidade, abriga em seus espaços geográficos, culturais e histórico, as diferentes expressões da vida e em particular dos seres humanos. Ao nascer o humano chega a este mundo com tudo e com todos que aqui construíram, constroem e continuarão edificando um processo evolutivo muitas vezes chamado de desenvolvimento e até de progresso. Embora que, os humanos coexistam com todos os outros humanos e todas as diferentes espécies de vida neste planeta-mundo, ainda se encontram em circunstâncias paradoxais de um sentimento de "nada", de um "só" isolado, um "alguém", por vezes um "ninguém" e a sensação de ser "muitos alguéns" ao mesmo tempo. São sentimentos que emanam mais ou menos acentuados em diferentes circunstâncias e fases da vida mas, de alguma forma todos se revelam ao longo de uma vida. Reconhece-los trazendo-os à consciência, já é um grande avanço no processo pessoal da maturidade, que pode até não encontrar explicações para tanto, mesmo porque não seria exatamente o mais importante, porém fazer contato e aprender a lidar com estas diferentes expressões, já oferece um certo conforto interior. O fato é que, neste mundo existem muitos alguéns através dos quais podemos ser o "alguém" que somos.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário