segunda-feira, 18 de junho de 2012

AUTO-CONTROLE E RESPONSABILIDADE

O autocontrole é considerado um pré-requisito para agir com responsabilidade, sendo essencial o reconhecimento de si que leva à auto-compreensão. Monitorar nossos sentimentos é uma capacidade que pode ser aprendida. Aprender a considerar atenciosamente nossas próprias sensações emocionais não é fácil, mas não é impossível. Mesmo nos estados de alta intensidade emocional, é possível pela vontade e treinamento, agir de modo mais agregador para si mesmo e para o seu entorno, ou seja, sustentar encontros e vínculos mais salutares. O treinamento para a sustentação de estados mais atenciosos, nos permite maior consciência do que está acontecendo interna e externamente, para sermos capazes de regular nossa vida emocional e relacional. Tudo depende da qualidade atentiva, da capacidade de desenvolver nossa atenciosidade. Para aumentar a atenciosidade é fundamental desenvolver a capacidade de identificar nossos próprios gatilhos emocionais e poder adotar medidas para uma ação no momento em que ocorrem. Conhecer as sensações corporais que diferenciam as emoções, reconhecer as alterações fisiológicas do organismo, como o processo metabólico, batimentos cardíacos, respiração, em fim, sinais que permitem uma ação, através dos recursos mentais, cognitivos, somáticos no presente, para considerar, reavaliar ou controlar as emoções. É pela atenção que podemos redirecionar o fluxo emocional. A boa notícia é que é possível, pois existem meios, dispositivos, que nos permitem desenvolver esta habilidade. Ser responsável é ser atencioso, é preservar um estado qualificado de presença de si, é escolher a maturidade. Abraços **** Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário