sexta-feira, 15 de junho de 2012

CORPO - PURA POTÊNCIA

Um corpo, um organismo, um sistema musculoesquelético com seus movimentos, uma fisiologia funcional e adaptativa, um self, uma consciência, sistemas conectados a sistemas, mapas que conversam com mapas, camadas e mais camadas, químicas, sentimentos e emoções, uma inteligência, uma sensibilidade singular e diversa, única e viva; todo um conjunto interconectado onde o meio interno se comunica com o meio externo, afetando-se continuamente, para garantir a sua sobrevivência e a sustentação da vida. Esta é a maravilha que chamamos Ser Humano. Sendo humanos, ao longo de toda a nossa história de humanidade, somos um “corpomente”, inseparáveis na sua unidade e subjetividade. Viver a grandiosidade de um corpo vivo, consciente de sua consciência, que contém e é contido pelo grande organismo vivo da vida, do micro-micro ao macro-macro, com plenitude, nos pulsos de contração e expansão, livre, é viver na potência. O corpo humano vivo é pura potência. A questão é não se deixar ser capturado pelas forças promíscuas do capitalismo de mercado, com seus jogos de poder dominadores, que tendem ao esvaziamento de nossa potência. Quando podemos nos afirmar em nossas diferenças, reconhecendo as forças de positivação e as de detonação, que sempre existirão, mas que é exatamente através do potencial pessoal e vivo, que poderemos encontrar criativamente os caminhos mais favoráveis e agregadores para viver a potência dos encontros. Considerando que todo este processo só poderá acontecer junto. Não somos separados. É na convivência que a potência se redimensiona. Quando entendemos que todo encontro é potência, o processo de humanização se fortalece na teia da vida. Abraços **** Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário