quarta-feira, 6 de junho de 2012

AUTOMAÇÃO E DELIBERAÇÃO

Ao longo do processo evolutivo, dois aspectos fizeram a diferença na formação da consciência e regulação da vida: o contraste entre automação e deliberação. Anterior á consciência, a regulação da vida era totalmente automatizada. Com o nascimento da consciência, a regulação da vida conservou sua automatização, mas um outro ingrediente influiu decididamente neste processo, que foi a deliberação auto-orientada. Estes dois componentes, automação e deliberação, ou melhor ainda, deliberação auto-orientada, contribuíram efetivamente para a evolução do ser humano que continua em processamento formativo . É perceptível em nossa vida e em nossas relações, quando uma pessoa funciona por automatização ou por auto-deliberação. O autômato responde por reatividade, com um mínimo de reflexão, o sujeito auto-deliberado pode fazer escolhas mais acertivas, com maiores possibilidades de regulação de sua própria vida e de suas relações e responde ao mundo de forma ponderada, pois tem condições internas de perceber as consequências de suas escolhas. Então, como funcionamos? Como respondemos ao mundo e fazemos nossas escolhas: por reatividade automatizada cumprindo tarefas, obrigações e praxes sociais pelas aparências, ou por presença qualificada, fruto da reflexão e que, portanto pode ampliar sua visão, enxergando a complexidade, as interconectividades da vida e das relações? Pense nisto. Abraços **** Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário