quinta-feira, 6 de setembro de 2012

SACRO OFÍCIO


Sacrifício é uma palavra que permeia o vocabulário de muitas pessoas, trazendo na linguagem a idéia de um peso a ser carregado com grande sofrimento. Todavia, a origem da palavra apresenta uma outra conotação: a palavra sacrifício tem sua raiz na idéia de sacro ofício. O ofício que é realizado com tamanho sentido e significado para a pessoa que o realiza, que passa a ser um ato sagrado. Uma ação cuja relevância o executor seria capaz de dar a sua própria vida. Viver o cotidiano da vida e se realizar a partir de ações que tenham  sentido e significado, é fazer da vida um ato sagrado, é a expressão da transcendência na imanência. Imprimir a sacralidade nos atos mais simples do viver aos mais complexos, fazendo da vida sucessivos "rituais" de sacralidade, é agir, seja em pensamentos, palavras ou ações, pautado pelo respeito, humildade gentil, cordialidade amorosa, compromisso generoso, plena responsabilidade, gentileza para com tudo e com todos e ao mesmo tempo firmeza de propósitos e honesta retidão de valores. Como a dispersão sempre está rondando o ser humano, sustentar a clareza de sentido e significado em tudo que fazemos não é uma tarefa nem fácil nem pequena. Contudo, se for possível ampliar a reflexão, talvez seja este o momento em que a humanidade começa trazer mais efetivamente à sua consciência de que o novo sagrado esteja nas Pessoas, no Ser Humano e não fora ou distante dele. Um sagrado acessível para todos, sem a necessidade de intermediários, mas algo que já está, bastando apenas acessar. O acesso à sacralidade da vida é um caminho às vezes obscuro mas, quando o contato se estabelece, tudo se ilumina. Todas as tradições apresentaram caminhos, basta apenas querer ver e viver o verdadeiro sacro ofício, o ofício sagrado.
Abraços   ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário