quinta-feira, 1 de setembro de 2011

O ESPETÁCULO

Vivemos na sociedade do espetáculo. Esta é uma afirmação que muitos pensadores tem apresentado, onde tudo se torna um grande espetáculo, um circo, que banaliza as relações,despotencializa a vida e se nega a assumir qualquer tipo de compromisso e responsabilidade.Usa,abusa, descarta e joga fora. Na superficialidade do entretenimento, o bom senso não tem espaço, a reflexão é completamente inexistente e o prazer imediato, se possível um prazer que degrada o outro e o contamina como um virús faz a sociedade adoecer. A sociedade do espetáculo se mostra comprometida apenas com o consumo desenfreado, que entorpece gerando dependência por mais espetáculo consumista. Nesta sociedade, a mercadoria ocupa a vida social e o capital vem como imagem que aguça os sentidos estimulando mais consumo e não saimos desta ciranda que viola(de violência)a própria vida, rouba a liberdade e subverte o humano que se entrega como mais uma mercadoria a ser consumida. É o "Homem Infame" de Michael Foucault. Pense nisto e não se deixar cair na espetacularização.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário