quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

O MAIS ÍNTIMO

Ir ao encontro do lugar seguro é uma expressão quase ancestral de todo ser humano. Buscar refúgio, conforto, segurança é uma atitude recorrente da pessoa humana, mas como é difícil ter esta consciência para encontrar o caminho certo, que pode conduzir o humano para estes lugares. Ocorre que, este lugar existe mas não está na externalidade das coisas e do mundo, mas está no mais íntimo de cada ser humano. Há momentos na vida que esta busca é tão intensa que as pessoas até se perdem na aflição da insatisfação e na frustração de não encontrar o seu lugar de segurança. É quando a alma fala no silêncio do coração que sente e percebe, mas que a razão não consegue explicar nem apontar a direção. Ouvir o coração para ouvir a voz da alma, é fazer contato com a intimidade da pessoa humana. Respirar, sentir, trazer para dentro, captar, pausar para receber de si mesmo a expressão da alma, é um ato de entrega para conectar beleza e bondade, estética e ética, onde o bom e o belo não se separam, mas se unem num matrimônio espiritual. O mais íntimo de si mesmo é o mais próximo da alma do mundo, pois não há separação, há conexão, respiração, pulsação, reflexão, quando o Si mesmo pode refletir o Si cósmico. Ser íntimo de Si é ser íntimo da grandiosidade da beleza e da bondade universal.
Abraços ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário