quarta-feira, 23 de maio de 2012

MAIS CAMADAS DE SI

O ser humano vivo está em constante produção de si, produzindo histórias, ambientes, expandindo e recolhendo em seus pulsos. No constante processo de produção de si, nos ambientes onde vive e convive em meio aos acontecimentos, o vivo funciona como um verdadeiro processador ambiental, na medida em que afeta e é afetado pelos ambientes nos encontros. Produzindo a si mesmo, este vivo vai se complexificando através dos processos de auto-seleção e replicação. Para a sua organização e estabilização, o corpo vivo pede ambientes confiáveis e o respeito pelos tempos formativos. Neste processo relacional, este corpo vai solidificar e projetar para o mundo mais camadas de Si e fazendo mais mundo. Se auto-regulando, se auto-formando, se auto-reconhecendo, o vivo vai se auto-reparando, construindo e formando mais camadas de si mesmo, nos pulsos, fluxos, canais, eixos, direções de forças somáticas, num permanente jogo adaptativo, de dentro para fora e de fora para dentro. Estar em contato com o corpo vivo, reconhecendo-se, é habitar-se, encarnar-se, é ser processo dentro da biosfera. São camadas de experiência, no coletivo e no indivíduo. Isto é também política e ética. Abraços **** Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário