terça-feira, 7 de agosto de 2012

CAUTELA , PONDERAÇÃO E EQUILÍBRIO


Acumular informações e conhecimento nem sempre é referência de maturidade. Diante dos desafios da modernidade e toda a sorte de imprevisibilidades do viver cotidiano, a capacidade de auto regulação,  é algo que exige boas doses de cautela e ponderação para manter estados orgânicos, afetivos e relacionais o mais próximo do equilíbrio, no sentido de uma qualidade salutar. Investir em estados internos guiados pela reflexão consciente e pela vontade autodeliberada na tomada de decisões, considerando as consequências futuras das ações, é fruto de processamentos supervisionados pela autoria pessoal de um protagonista no exercício da sua consciência. Antonio Damásio em seu último livro afirma que: “analisar os fatos sem pressa, avaliar o resultado das decisões e ponderar os resultados emocionais dessas decisões é o caminho para a construção de um guia prático também conhecido com sabedoria.” A sabedoria permite deliberar comedidamente e ainda alimentar a esperança de nortear  o comportamento com base na ética e na auto ética.  É pela reflexão consciente que podemos responder às convenções culturais e às regras sociais com respeito e responsabilidade. Não se trata de concordar ou discordar, mas de refletir e ponderar.
Abraços    ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário