quarta-feira, 29 de agosto de 2012

QUER A PAZ ?


Desde a antiguidade havia uma máxima, fruto de misturas tóxicas culturais, que dizia: “Quer a paz? Então, prepare-se para a guerra”. Serão vencedores aqueles que estiverem preparados, os perdedores serão aqueles que não estiveram preparados. Diante destes  argumentos quem ousaria contestar?  Será que, não seriam os responsáveis por conduzir as nações e que presidiam o mundo da modernidade, o mundo novo, clamoroso em relação aos vencedores e completamente mudo em relação aos derrotados, que muitas vezes levantaram esta bandeira?  Este tem sido um mundo que pela “coerção legítima” promete por fim à violência usando a própria violência. Esta é uma linha que precisa ser transposta. Não é possível entender, nem tão pouco aceitar esta máxima, pois a experiência  histórica tem evidenciado que não é jamais através de guerras que poderemos  evitar  a violência. Pelo contrário,  toda violência, seja ela de que ordem ou manifestação, só pode gerar mais violência. Ocorre que, infelizmente ainda são muitos os que acreditam nesta proposição. Então, como desfazer este verdadeiro nó cultural, será a tarefa desafiante desde presente contemporâneo, para todos nós cidadãos deste planeta. O que não é possível mais admitir,  são os discursos padronizados e desprovido de valores inclusivos, que considerem o bem comum e a vida como o valor maior. Já é tempo de se compreender que a Paz é um valor  e que a Vida é um valor e um direito absoluto de todo ser vivo neste planeta, inclusive nós humanos. Usar a razão e a lógica em função da humanidade é saber manejar emoção e sensibilidade. Discernimento, bom senso, boa vontade, são elementos fundamentais para a continuidade da comunidade planetária, afinal como afirma Edgar Morin, somos 100% biologia e 100% cultura.
Abraços   ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário