quarta-feira, 26 de setembro de 2012

ESTAR NOS SENTIMENTOS


Todo ser humano vivo possui sentimentos. Os sentimentos são respostas somáticas frente aos acontecimentos, aos encontros, ao meio interno e externo de cada pessoa viva, independente de sua vontade. Fato é que, todo ser humano é portador deste dispositivo: sentimentos. Ocorre que, os nossos sentimentos estão sempre conosco, mas muito raramente estamos com eles. Ou seja, na distração, agitação, ansiedade, na aceleração, não conseguimos nos perceber sentindo e o que sentimos. O ritmo biológico de nossos corpos é mais lento em relação ao ritmo social. A velocidade da vida moderna causa um distanciamento dos nossos corpos, nos impedindo de reconhecer os nossos sentimentos. Como se houvesse pouco tempo, não conseguimos  assimilar, refletir e reagir, ou responder aos sentimentos evidenciados pelo organismo, na sua cascata hormonal, frente aos estímulos do meio. Distantes do nosso corpo, não compreendemos as respostas neuro motoras, gestualidade e emoções. Ignorar as emoções, como se fossemos analfabetos emocionais, é ignorar uma dimensão da realidade que é crucial para o êxito na vida em todas as suas esferas. Ao ignorar as mensagens corporais entramos em desafinação emocional. Portanto, estar atento aos sentimentos, estar com eles, se reconhecer sentindo, nos permite fazer escolhas mais conscientes na vida, mais adequadas nas diversas situações que a vida nos apresenta. Perceber que os próprios pensamentos são geradores de sentimentos e emoções, através das memórias e lembranças que trazemos das experiências vividas. Se reconhecer pensando e sentindo e se emocionando, já é um grande salto existencial, de uma pessoa que se faz presente em si mesma e no seu entorno. Estar no sentimento, é estar no caminho da maturidade. Administrar e gerenciar sentimentos sem ansiedades e acelerações, mas, pela capacidade de compreende e si compreender, é  também estar presente, vivo e pleno nesta existência.
Abraços    ****
Vivi

Nenhum comentário:

Postar um comentário